.posts recentes

. ...

. Um dia importante

. Mais um mês contigo

. Aos Amigos

. Para ti amor.....

. A ti ...Mãe

. Amo-te hoje e sempre

. A ti ....

. ...

. ...Serei, serás, seremos....

.arquivos

. Setembro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

Terça-feira, 4 de Julho de 2006

Silêncio

Estar novamente com o silêncio, esse velho companheiro…
Confessar o que nos aflige, e o que nos causa mágoa. Faz-me sentir perto, tão perto de ti e pensar em tudo o que somos, e em tudo o que nos une – mil vezes maior do que o que nos separa.
Palavras que podíamos nunca ter dito, mas dissemos; outras que tanto desejámos ter dito, e que secretamente escondemos.
Tanto que poderia nunca ter acontecido mas aconteceu…. E de tudo, estes momentos, o que de melhor em nossas vidas, ficou... perpetuamente! Gestos, murmúrios, silêncios que pertenciam à imaginação e não à realidade, são agora o que nos une, a cada segundo, que fujo e te procuro... e te encontro, encontrando-me.
E tanto, imensamente tanto, tanto já aconteceu. De bom, de mau, em nossas vidas... mas de tudo, é a bola do fogo a cair no oceano, que lembramos... E os teus/meus olhos fundidos num só sentir. Pensa, o espelho e o fundo – são isso não são?O que são estas memórias serenas, estas ideias peregrinas que nas noites frias me aquecem e apaziguam a alma senão a chama desta vontade e deste querer de te amar e de te ter? E de que um dia, viveremos, nem que seja um só segundo, o momento pelo qual chegámos hoje aqui. 
"Sei de ti mais do que queria, numa palavra, diria, sei te de cor..."
Sabes, se voltar a ser “cega”, quero viver com a alegria de ter visto o que poucos veêm! E se um dia emudecer, espero primeiro poder ter dito aos teus ouvidos, o que me enlouqueces, o quanto te amo...


publicado por lenamar31 às 23:54

link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De solano a 5 de Julho de 2006 às 11:02
Até o ambiente mais calmo e sossegado possui sons dentro do seu som característico... resta saber-nos interpretá-los, mesmo que n sejam ouvidos pelo comum do mortal, e apreender dele o seu mais profundo ensinamento... O dia em que deixares totalmente de ver e ouvir quando fechas os olhos e olhas para dentro de ti sem ouvir as vozes dos teus pensamentos é o dia em que atingiste a tua paz interior e estás completamente livre e disponível para abraçar a vida...


De Nylda a 9 de Julho de 2006 às 11:01
Olá Lena...
Um sorriso não custa nada e cria muito...
Dura um só momento, mas sua lembrança perdura por toda uma vida...
Não se pode comprá-lo, pedi-lo emprestado ou roubá-lo...
E não tem utilidade enquanto não é dado!
Por isso, se no teu caminho encontrares alguém cansado demais
para dar um sorriso, deixa-lhe o teu, com optimismo...
Pois ninguém precisa tanto de um sorriso
quanto aquele que não tem mais sorrisos para oferecer...
Bom domingo, beijos e um sorriso.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
24
25
26
27

28
29
30


.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds