.posts recentes

. ...

. Um dia importante

. Mais um mês contigo

. Aos Amigos

. Para ti amor.....

. A ti ...Mãe

. Amo-te hoje e sempre

. A ti ....

. ...

. ...Serei, serás, seremos....

.arquivos

. Setembro 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

Terça-feira, 3 de Janeiro de 2006

Como um Anjo .....

raivadanjo.jpg


Como um anjo...
Tu apareces-te na minha vida...
Como um anjo...
Repleto de ternura e de paixão...
Como um anjo...
Cheio de encanto e sedução...
Doce aventura...
Que loucura...
Tu a desabrochares no meu coração...
Com um olhar inocente e malícia...
Desejo e tentação...
Que me cobre de amor e de carícias...
Vencendo a minha solidão...
Só tu para me fazeres feliz...
Anjo...
A luz do sol está a afogar-me...
Não Vaz embora...
Eu amo-te...
Por favor não me deixes só...
Anjo...
Não quero abrir os meus olhos...
Quero continuar a viver no sonho...
De sermos só tu e eu...
Anjo...
Só tu para me fazeres feliz!!!


publicado por lenamar31 às 08:35

link do post | comentar | favorito

6 comentários:
De Anónimo a 4 de Janeiro de 2006 às 09:15
Enquanto houver uns olhos que reflectem
outros olhos que os fitam,
enquanto a boca responda a suspirar
aos lábios que suspiram,
enquanto sentir-se possam ao beijar-se
duas almas confundidas,
enquanto exista uma mulher formosa,
haverá poesia!Carlos
(http://vagueando.blogs.sapo.pt/)
(mailto:c_m_a_n_u_e_l@hotmail.com)


De Anónimo a 3 de Janeiro de 2006 às 17:32
está demais mesmo minha linda,quem me dera ser o teu anjo pois um amor desses é bastante valioso.

tudo de bom para ti minha musa

beijosmorango2
</a>
(mailto:russo.montijo@clix.pt)


De Anónimo a 3 de Janeiro de 2006 às 17:31
Pois é, eu costumo estar atento e já percebi como foi encontrado o teu Anjo.
Espero que ele te guarde bem, tu mereces
Beijokas
Tedt_1955Eduardo Vasconcelos
</a>
(mailto:eduardovasco@gmail.com)


De Anónimo a 3 de Janeiro de 2006 às 13:35
Muito bonito amiga... Fico contente por ti que tenhas encontrado o teu anjo.
Beijocas da amiga
casscass
</a>
(mailto:cassildac@hotmail.com)


De Anónimo a 3 de Janeiro de 2006 às 13:33
Todos nós encontramos, e certa altura das nossas vidas, o nosso "anjo". Muitos tem a sorte de o manter, mas para outros a infelicidade bate à porta quando "ele" parte. Agarra-o com força... eu deixei partir o meu...

Continua a escrever assim.

sozinho_prt
</a>
(mailto:submarino@iol.pt)


De Anónimo a 3 de Janeiro de 2006 às 08:46
Uma lâmina de ar

Atravessando as portas. Um arco,

Uma flecha cravada no outono. E a canção

Que fala das pessoas. Do rosto e dos lábios das pessoas.

E um velho marinheiro, grave, rangendo o cachimbo como

Uma amarra. À espera do mar. Esperando o silêncio.

É outono. Uma mulher de botas atravessa-me a tristeza

Quando saio para a rua, molhado, como um pássaro.

Vêm de muito longe as minhas palavras, quem sabe se

Da minha revolta última. Ou do teu nome que repito.

Hoje há soldados, eléctricos. Uma parede

Cumprimenta o sol. Procura-se viver.

Vive-se, de resto, em todas as ruas, nos bares e nos cinemas.

Há homens e mulheres que compram o jornal e amam-se

Como se, de repente, não houvesse mais nada senão

A imperiosa ordem de (se) amarem.

Há em mim uma ternura desmedida pelas palavras.

Não há palavras que descrevam a loucura, o medo, os sentidos.

Não há um nome para a tua ausência. Há um muro

Que os meus olhos derrubam. Um estranho vinho

Que a minha boca recusa. È outono.

A pouco a pouco despem-se as palavras.

apaixonada
(http://deusadoprazer.blogs.sapo.pt)
(mailto:apaixonada_1@sapo.pt)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
24
25
26
27

28
29
30


.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds